Destaques e Reportagens

Vejam só como as mulheres estão se organizando para poder seus direitos garantidos!

Asnovas regras da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)para estimular o parto normal, que entraram em vigor em junho passado, uniram mulheres ativistas pela modalidade. As normas determinam que operadoras de saúde devem informar qual a taxa de cesáreas praticada por seus médicos credenciados. A partir disso, militantes se organizaram em mutirões para pedir os dados em diversos Estados e disponibilizá-los em planilhas na Internet para quem quiser consultá-los.

Logo que deixa o ventre, o bebê se aninha no colo da mãe e ali permanece, abrigado e seguro, em contato pele a pele, durante a primeira hora de vida. Essa é a situação ideal, tanto paraparto normalquanto paracesárea, e também a recomendação do Ministério da Saúde para bebês saudáveis que acabaram de nascer. Isso significa que as intervenções médicas devem ser adiadas, sempre que possível, a favor do fortalecimento dovínculoentre os dois. Não é para menos. Basta lembrar que a criança estava no útero quentinho, a uma temperatura média de 37ºC e, de repente, tem de encarar uma realidade completamente nova – fria e barulhenta, diga-se. Todo esforço para amenizar tal impacto é, portanto, mais do que bem-vindo.

Para que seja possível privilegiar essa interação, é fundamental que as condições de saúde do bebê estejam a contento. Isso significa apresentar umapgar– teste que avalia o ritmo respiratório, a frequência cardíaca, o tônus muscular, o reflexo e a cor da pele – satisfatório. Confirmado esse pré-requisito, é só regular a temperatura ambiente para uma média de 26ºC, a fim de evitar a perda de calor do recém-nascido, e colocá-lo no colo da mãe, coberto com um pano seco e aquecido. 

Infelizmente, nem sempre é assim que acontece: muitos médicos e maternidades privam mãe e bebê desse momento valioso para tomar medidas desnecessárias ou que poderiam ficar para mais tarde. Para se ter uma ideia, só 10% dos bebês precisam de auxílio para respirar ao nascer, segundo a Academia Americana de Pediatria. E menos de 1% requer uma reanimação vigorosa, como uma massagem cardíaca. Nos demais casos, que são maioria, o médico deveria pedir permissão à mãe até para examinar a criança, segundo o obstetra Eduardo Zlotnik, vice-presidente do Hospital Israelita Albert Einstein (SP).

Tamanha é a relevância do acolhimento materno na primeira hora de vida que ele ganhou destaque no 2º Simpósio Internacional de Assistência ao Parto, em junho. Na ocasião, a neonatologista Ana Paula Caldas Machado, de São Paulo (SP), ministrou uma oficina de recepção humanizada ao recém-nascido, destacando que o contato pele a pele nos 60 minutos iniciais estimula a liberação de ocitocina, hormônio responsável pelo vínculo e pela ejeção do leite. Não à toa, resulta em crianças mais calmas e emocionalmente estáveis e aumenta as chances deamamentaçãoprecoce e por um tempo maior.

Se você quer ter esse direito assegurado, que tal conversar previamente com seu obstetra e sondar a maternidade sobre a rotina adotada? Conheça também os procedimentos realizados nasala de parto, além da pesagem e da medição do bebê, entenda a importância de cada um e saiba quando precisam, de fato, interromper a interação entre a mãe e filho.PARA SABER MAIS CLIQUE ABAIXO:

*Adiamento do corte do cordão umbilical

*A primeira mamada

*É preciso aplicar nitrato de prata nos olhos do recém-nascido?

*É preciso aspirar o bebê após o nascimento?

*Vitamina K: a importância dessa injeção após o bebê nascer

*Por que o banho do bebê não deve ser dado logo após o nascimento

Sexta, 30 Outubro 2015 08:18

Grupo da Salvação

O grupo de gestantes se transformou em grupo de mães amigas! Trocam experiências( e inexperiências rs), se alegram com cada superação e conquista uma da outra, se consolam, animam... É o grupo da salvação! E viva a Fisiopalmas!!!

Hoje mais uma palestra do Núcleo Gestar Feliz, com Dr Alexandre Soares Barbosa e Dr Ana Virginia Gama, Sexualidade na gravidez e Modificações fisiológicas da gravidez!!

Parabéns pra quem veio!!

Quarta, 28 Outubro 2015 08:16

Passo 4 - Os 10 passos para um bom parto

Passo 4 - Empodere-se

Não deixe que ninguém além de você decida como será o seu parto. Toda mulher deve ter autonomia sobre seu corpo, já que esse é um direito humano. Infelizmente, não é muito fácil para a mulher, especialmente a parturiente, exercer esse direito.

O parto normal deve ser buscado com muita força de vontade. Em muitos lugares e para a maioria dos médicos, se você não se planejar e buscar seu parto ativamente, há grandes chances de ser vítima de um cesárea desnecessária.

Quarta, 28 Outubro 2015 08:13

Eu tive orientação sobre o parto

Eu tive orientação e apoio e por isso escolhi a posição de cócoras na banqueta. Foi assim que a minha filha veio ao mundo. Esse vídeo traduz todo o apoio e incentivo que tive do meu obstetra Dr.Alexandre Soares Barbosae da minha doula DraWilma Manduca. Agradeço de coração o conhecimento repassado. E torço para que mais mulheres tenham coragem de parir livremente.

Segunda, 26 Outubro 2015 08:12

O renascimento do parto 2

Os recursos que arrecadamos no primeiro crowdfunding do filme “O Renascimento do Parto 2”, de setembro a novembro de 2014, trouxeram ótimos resultados com um ticket médio recorde na nossa trajetória. Somos super agradecidos por mais esse sucesso! 
 
Porém, os R$ 127.211,00 arrecadados equivalem a aproximadamente 20% do orçamento do filme. Assim, ainda estamos em fase de captação de recursos para a produção e finalização do nosso próximo filme que será lançado de qualquer forma em 2016. Quanto antes captarmos os recursos necessários, mais rápido lançaremos a obra! ;)
 
Com esses recursos já arrecadados, conseguimos desenvolver, roteirizar e produzir 20% do próximo filme e este material você pode conferir no promocional que acabamos de lançar. Realizamos excelentes gravações em junho de 2015 na cidade de São Paulo durante o SIAPARTO, o Simpósio Internacional de Assistência ao Parto.
 
O projeto está inscrito na Lei de Incentivo Fiscal, ANCINE artigo 1A, e permite a utilização de até 4% do IR, no caso de pessoa jurídica enquadrada no lucro real, e de até 6% para pessoa física optante pela declaração completa. A isenção é de 100% do valor arrecado.
 
O projeto também está inscrito no ProAC ICMS, programa de incentivo fiscal do Estado de São Paulo, que permite à empresa que patrocina o filme receber de volta 100% do valor repassado na forma de desconto no ICMS devido.
Segunda, 26 Outubro 2015 08:10

Passo 3 - Os 10 passos para um bom parto

Será que vai doer? Essa pergunta é a mais recorrente na cabeça de uma gestante.
Sentir medo do parto normal é comum, especialmente para as mães de primeira viagem.

Está convencionado no imaginário popular que o parto normal é um sofrimento. Nas novelas, nas conversas de mãe para filha, o parto normal é mostrado como uma coisa horrível, um sofrimento desnecessário. Desse jeito, não tem quem não fique, ao menos, com receio, né?

Domingo, 25 Outubro 2015 08:05

Oficina de Parto Natural

Mais uma Oficina de Parto Natural, mais alguns casais interessados em se preparar para receber seus bebês de maneira natural e prazeirosa!!

planoparto 570x100

 

FISIOPALMAS

Pioneira no Tocantins, a FISIOPALMAS, iniciou suas atividades na nova capital no início de1993. Leia mais...

Núcleo Gestar Feliz

O Nucleo Gestar Feliz é composto de uma equipe interdisciplinar que tem como objetivo incentivar e apoiar a gravidez e parto consciente. Leia mais...

 

TELEFONES

(63) 9 8141-1001 (Tim)whatsapp

(63) 9 8447-5155 (Oi)

(63) 3028-1556 (Fixo)

(63) 3028-1558 (Fixo)

 fisiopalmas.to@gmail.com

© 1993 - 2017 FISIOPALMAS. Todos os DIREITOS são reservados.

Desenvolvido por OceanoAzul 100x27